Imagine Estudar no Canadá

Leia o fragmento de entrevista abaixo para responder à quest 64315

Leia o fragmento de entrevista abaixo para responder à questão.CARTA CAPITAL: Como o senhor avalia a economia brasileira? Roberto Frenkel: A queda do crescimento da economia teve a ver com três acontecimentos. A situação nos EUA está mais positiva, há otimismo no mercado norte-americano, as ações subiram e estão no pico pós-crise, mas ainda é uma recuperação modesta. Na zona do euro, serão dois trimestres consecutivos em queda, o que, de acordo com a definição convencional, caracteriza recessão. E a China está claramente em desaceleração. Essas realidades tiveram um efeito negativo sobre o crescimento brasileiro ao longo do segundo semestre de 2011. Outro fator foi a valorização cambial. No fim do ano passado, o real chegou a acumular a maior valorização cambial desde o início da globalização financeira, ou seja, desde o fim dos anos 1960; e isso tem um efeito muito negativo sobre a indústria e a atividade de modo geral.(Trecho adaptado da entrevista de Roberto Frenkel a Luiz Antonio Cintra, Intervir para ganhar. Carta Capital, 18 de abril de 2012, p.78)Analise as seguintes possibilidades para apresentar, de maneira resumida, a argumentação da resposta do entrevistado:A queda no crescimento da economia no BrasilI. tem motivos causados pela desvalorização do real: otimismo no mercado americano (depois da crise); nova definição de recessão na zona do euro e a China com desaceleração do mercado.II. pode ser relacionada a quatro fatores: otimismo no mercado americano, recessão na zona do euro, desaceleração  na China e valorização cambial do real.III. deve-se a acontecimentos internacionais, como a alta das ações americanas, a desindustrialização da China, a queda na zona do euro, com valorização cambial.Preservando a coerência e a correção gramatical,

Questão no QuestionsOf: Leia o fragmento de entrevista abaixo para responder à quest 64315

Questões similares